Espaço Cultural

domingo, 27 outubro 2019 / Published in Espaço cultural

“O avarento experimenta, simultaneamente, todas as preocupações do rico … e todas as torturas do pobre.” (Albert Guinon – dramaturgo francês)

segunda-feira, 30 setembro 2019 / Published in Espaço cultural

“O homem passa por apenas três grandes eventos: nascer, viver e morrer. Mas ele não sabe que nasceu, ele sofre com a ideia de morrer e ele se esquece de viver”. (Jean de la Bruyere – pensador francês)

quinta-feira, 12 setembro 2019 / Published in Espaço cultural

“Não tenho vergonha de mudar de ideia, porque não tenho vergonha de pensar.” (Blaise Pascal – matemático, físico, inventor, filósofo e teólogo católico francês)

domingo, 25 agosto 2019 / Published in Espaço cultural

“A morte é a curva da estrada, morrer é só não ser visto.” (Fernando Pessoa – poeta português)

domingo, 11 agosto 2019 / Published in Espaço cultural

“A mente não é um recipiente a ser preenchido, mas um fogo a ser inflamado.” (Plutarco – filósofo grego)

sábado, 27 julho 2019 / Published in Espaço cultural

“A descoberta consiste em ver o que todos viram e pensar no que ninguém pensou.” (Albert Szent-Györgyi – fisiologista húngaro)

domingo, 14 julho 2019 / Published in Espaço cultural

“Deixe que a idade e não o rancor forme as rugas do seu rosto.” (Thomas Brown – filósofo e poeta inglês)

domingo, 07 julho 2019 / Published in Espaço cultural

“Todos os jardineiros vivem num belo lugar, porque assim eles o fizeram.” (Joseph Joubert – ensaísta francês)

sexta-feira, 28 junho 2019 / Published in Espaço cultural

“A compaixão pelos animais está intimamente ligada à bondade de caráter. Quem é cruel com os animais, não pode ser um bom homem.” (Arthur Schopenhauer – filósofo alemão)

quinta-feira, 20 junho 2019 / Published in Espaço cultural

“Não quero ter razão. Eu quero ser feliz”. (Ferreira Gullar – escritor brasileiro)

segunda-feira, 10 junho 2019 / Published in Espaço cultural

“O amor é um fogo que ninguém consegue ocultar na alma; quem o sente o revela na voz, nos olhos e no silêncio.” (Jean Racine – poeta, dramaturgo e historiador francês)

sexta-feira, 07 junho 2019 / Published in Espaço cultural

“Às vezes nos sentimos num baile sem música, onde os dançarinos parecem apenas loucos.” (Madame de Stael – romancista e ensaísta francesa )

domingo, 02 junho 2019 / Published in Espaço cultural

O pássaro cativo
Olavo Bilac (poeta, contista, cronista e jornalista brasileiro)

Armas, num galho de árvore, o alçapão…
E, em breve, uma avezinha descuidada,
Batendo as asas, cai na escravidão!

Dás-lhe então, por esplêndida morada,
A gaiola dourada;
Dás-lhe alpiste, água fresca, ovos e tudo.

Por que é que, tendo tudo, há de ficar
O passarinho mudo,
Arrepiado e triste, sem cantar?

É que, criança, os pássaros não falam.
Só gorjeando a sua dor exalam,
Sem que os homens os possam entender;
Se os pássaros falassem,
Talvez os teus ouvidos escutassem
Este cativo pássaro dizer:

   “Não quero o teu alpiste!
   Gosto mais do alimento que procuro
   Na mata livre em que voar me viste;
   Tenho água fresca num recanto escuro
   Da selva em que nasci;
   Da mata entre os verdores,
   Tenho frutos e flores
   Sem precisar de ti!

   Não quero a tua esplêndida gaiola!
   Pois nenhuma riqueza me consola,
   De haver perdido aquilo que perdi…
   Prefiro o ninho humilde, construído
   De folhas secas, plácido, e escondido,
   Entre os galhos das árvores amigas…
   Solta-me ao vento e ao sol!
   Com que direito à escravidão me obrigas?
   Quero saudar as pombas do arrebol!
   Quero, ao cair da tarde,
   Entoar minhas tristíssimas cantigas!
   Por que me prendes? Solta-me, covarde!
   Deus me deu por gaiola a imensidade!
   Não me roubes a minha liberdade…
   Quero voar! Voar!…”

Estas coisas o pássaro diria,
Se pudesse falar,
E a tua alma, criança, tremeria,
Vendo tanta aflição:
E a tua mão, tremendo lhe abriria
A porta da prisão…

quinta-feira, 30 maio 2019 / Published in Espaço cultural

Aquela senhora tem um piano
Fernando Pessoa (Alberto Caeiro) – poeta, filósofo, dramaturgo português

Aquela senhora tem um piano
Que é agradável, mas não é o correr dos rios
Nem o murmúrio que as árvores fazem…

Para que é preciso ter piano?
O melhor é ter ouvidos
E amar a natureza.

terça-feira, 28 maio 2019 / Published in Espaço cultural

“Devemos promover a coragem onde há medo , promover o acordo onde existe conflito, e inspirar esperança onde há desespero.” (Nelson Mandela – advogado, líder rebelde e ex-presidente da África do Sul)

terça-feira, 28 maio 2019 / Published in Espaço cultural

“Qualquer um pode cometer erros, mas apenas um tolo persiste em seu erro.” (Marco Túlio Cícero – advogado, político, escritor, orador e filósofo romano)

segunda-feira, 27 maio 2019 / Published in Espaço cultural

Vila Esperança
(Adoniran Barbosa – compositor, cantor, humorista e ator brasileiro)

Vila Esperança, foi lá que eu passei
O meu primeiro carnaval
Vila Esperança, foi lá que eu conheci
Maria Rosa, meu primeiro amor

Como fui feliz, naquele fevereiro
Pois tudo para mim era primeiro
Primeira rosa, primeira esperança
Primeiro carnaval, primeiro amor criança

Numa volta no salão ela me olhou
Eu envolvi seu corpo em serpentina
E tive a alegria que tem todo Pierrot
Ao ver que descobriu sua Colombina

O carnaval passou, levou a minha rosa
Levou minha esperança, levou o amor criança
Levou minha Maria, levou minha alegria
Levou a fantasia, só deixou uma lembrança.

segunda-feira, 27 maio 2019 / Published in Espaço cultural

Máscara Negra
(Zé Keti – cantor e compositor do samba brasileiro)

Quanto riso, oh, quanta alegria!
Mais de mil palhaços no salão
Arlequim está chorando
Pelo amor da Colombina
No meio da multidão.

Quanto riso, oh, quanta alegria!
Mais de mil palhaços no salão
Arlequim está chorando
Pelo amor da Colombina
No meio da multidão.

Foi bom te ver outra vez
Tá fazendo um ano
Foi no carnaval que passou
Eu sou aquele Pierrô
Que te abraçou e te beijou, meu amor

Na mesma máscara negra
Que esconde o teu rosto
Eu quero matar a saudade
Vou beijar-te agora
Não me leve a mal
Hoje é carnaval

Vou beijar-te agora
Não me leve a mal
Hoje é carnaval.

segunda-feira, 27 maio 2019 / Published in Espaço cultural

“Aquele que não economiza irá agonizar.” (Confúcio – pensador e filósofo chinês)

segunda-feira, 27 maio 2019 / Published in Espaço cultural

As almas de muita gente
(Belmiro Braga – poeta brasileiro)

As almas de muita gente
são como rio profundo:
– a face tão transparente,
e quanto lodo no fundo!

segunda-feira, 27 maio 2019 / Published in Espaço cultural

O caçador de esmeraldas
(Olavo Bilac – jornalista, contista, cronista e poeta brasileiro)

Foi em março, ao findar das chuvas, quase à entrada
Do outono, quando a terra, em sede requeimada,
Bebera longamente as águas da estação,
– Que, em bandeira, buscando esmeraldas e prata,
À frente dos peões filhos da rude mata,
Fernão Dias Pais Leme entrou pelo sertão…

segunda-feira, 27 maio 2019 / Published in Espaço cultural

“Alegre é a gente viver devagarinho, miudinho, não se importando demais com coisa nenhuma…” (João Guimarães Rosa – escritor, diplomata, novelista, romancista, contista e médico brasileiro)

segunda-feira, 27 maio 2019 / Published in Espaço cultural

“A vida não é encontrar a si mesmo. A vida é criar a si mesmo.” (George Bernard Shaw – dramaturgo, romancista, contista, ensaísta e jornalista irlandês)

segunda-feira, 27 maio 2019 / Published in Espaço cultural

“Ele não sabia que era impossível. Foi lá e fez.” (Jean Cocteau – poeta, romancista, cineasta, designer e dramaturgo francês)

quarta-feira, 22 maio 2019 / Published in Espaço cultural

“Depois que eu morrer, prefiro que as pessoas se perguntem por que não tenho um monumento, e não por que o tenho.” (Marco Pórcio Catão – político e escritor da República Romana)

TOP
Companhia da Mídia