Nunca houve um castelo

/ / Leitura e arte
Fonte Imagem: Livraria Cultura

A autora, Martha Batalha, conta, em seu romance, a trajetória da família de Johan Edward Jansson, cônsul da Suécia no Brasil, no inicio do século XX. O casal se forma em uma passagem de ano em Estocolmo, se casa e vem viver sua saga familiar no Rio de Janeiro, onde constroem um castelo na então distante e erma Ipanema, em 1904.

O texto é muito sensível, com bom humor e dramaticidade balanceados, e os personagens complexos se misturam à história do Brasil nas últimas décadas, trazendo os ideais femininos, o desejo de ascensão social, a revolução sexual, e a política mesclada à deterioração do país.

Ao longo do século em que se passa o romance, refletimos sobre escolhas, arrependimentos e mudanças pessoais e temporais, enquanto o Rio de Janeiro se desenvolvia e se transformava.

Título original: NUNCA HOUVE UM CASTELO
Autora: MARTHA BATALHA
Capa: Claudia Espínola de Carvalho
Lançamento: 02/04/2018
Selo: Companhia das Letras

Patrícia Rati

(Publicado em 03 de agosto de 2018)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *